Ode à sua mentira.

Os testes da vida são cada vez mais difíceis de se passar

As vezes pq pessoas nos abandonam no meio do caminho

Outras vezes pq elas se transformam em coisas monstruosas não mais possíveis de serem reconhecidas

Vc cresce e perde o brilho a vontade o sonho e ganha desespero

Abandona o seu próprio “vc” nem sabe mais quem é!

Nem sei mais quem é! E quem sou? Abandono o meu eu, me encho de ira para brigar com vc!

Grito baixo enquanto minha mente, espírito e coração se desesperam alto dentro de mim.

Me sufoco para não te sufocar para não me sufocar depois.

O sumir seria mais fácil se só existisse o eu raso do lado de fora de mim e o cansaço as vezes impede minhas lagrimas de cair e as vezes não, me deixando jogada me afogando no chão.

Fugir pra nunca mais voltar, de casa, de mim, do mal que vc se faz e nem vê.

Vou sair, bato a porta.

Não quero mais ouvir seus gritos fingindo serem certos honestos desonestos mentindo sua verdade irreal.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s