Ela e o pote de chá

Olhava para baixo, pra dentro do pote e se via refletida entre a fumaça e o cheiro do dia.

Espelho molhado de gostinho meio doce meio amargo meio remédio para curar resfriado meio carinho para curar a dor

Se sentia sozinha espremida naquela imagem do fundo do potinho e se derramava um pouquinho salgando o que se ia logo beber.

Sem saber ou  até meio sem querer desabafava com ela mesma enfrentando o reflexo da sua cabeça cheia, de sua garganta apertada, de seu sufocar de leve e de rotina  e o vapor que saia dali fazendo sua testa suar.

-vamos menina,beba antes que esfrie!

Coragem

Engoliu o choro, o desespero, as ideias que faziam sua cabeça rodar,

A imagem que tinha de si mesma e o chá.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s