Ai, que arte não enche barriga!

Eu não tenho dinheiro não senhor

Mas eu tenho arte de sobra, que sobra,

ou algo do tipo brotando de mim

Eu sei que isso não é dinheiro sim senhor

Mas isso é arte que escorre sem parar de dentro de mim

Ai que eu não sei como se sobrevive sem dinheiro não senhor

Mas eu também não sobreviveria sem arte, sem desejo, sem sonho e sem amor. 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s