Verso.

Rabisco aqui meus versos inúteis
Tão distante dos grandes poetas
eu sou só alguém que rabisca
não os copio, não os imito.
Apenas sento e rabisco
linhas sem métrica e sem rima
Nem da pobre, nem da rica
No branco da folha… só o que sinto é o que fica
Não que de grande valor seja
Ou que pra muita coisa sirva
Mas vivo
Venho, respiro, sento, rabisco
Na vida, cada escolha um risco
E no papel um pouco eu existo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s