Bagunça

Viro e reviro meu quarto,

minha mente,

meu coração

E nada de achar a rasão de estar onde estou

De fazer o que eu faço

De sonhar sonhos impossíveis

De me perder na bagunça dos meus pensamentos

E no meio de toda a bagunça pode-se achar cada coisa!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s